Quem Somos

MISSÃO, HISTÓRIA E COMPROMISSO COM O CONTROLE INTERNO MUNICIPAL

A AUDICOM-MT tem a missão de lutar pelas prerrogativas dos Controladores e Auditores Internos dos Municípios. Também pleiteamos ações e melhorias em prol do Controle Interno para garantir que a atuação da carreira seja respaldada pelos princípios norteadores da atividade pública e pela autonomia e independência de atuação. 

Acreditamos que o Controle Interno é o pressuposto inicial da transparência, que garante a qualidade almejável nas contas públicas, sendo com isso, auxiliar de primeira ordem aos gestores municipais, que buscam atuar de acordo com princípios e valores republicanos, éticos, morais e democráticos. 

É portanto, nossa missão, afastar qualquer ameaça de vilipêndio ao Patrimônio público, visto que somos imbuídos do dever de fiscalizar/controlar os atos dos gestores municipais, que possuem obrigação de direcionar com eficiência, transparência, publicidade, economicidade e legalidade os recursos públicos obtidos da contribuição dos cidadãos. 

Histórico 

2007 – Tribunal de Contas de Mato Grosso publica a Resolução 01/2007, que regulamenta a criação do Controle Interno Municipal, exigido pela Constituição Federal (1988). Mato Grosso foi pioneiro nessa instalação da carreira e exigência aos municípios para que realizassem os concursos públicos para contratar os controladores internos. 

2012 – Mesmo com a AUDICOM ainda sendo um organização sem os devidos critérios legais, já consegue a primeira conquista, a publicação junto ao Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) da Resolução Normativa nº 33/2012 - TCE/MT.

2014 – Fundação da AUDICOM e ano da publicação da Resolução Normativa nº 26/2014 - TCE/MT, que aprova os requisitos, o conceito e a estrutura da referência do sistema de controle interno dos fiscalizados, bem como estabelece a competência da UCI para elaborar, aprovar, modificar e executar o seu Plano Anual de Auditoria Interna – PAAI.

2015 - Súmula nº 8 - TCE/MT, cujo conteúdo dirime que o cargo de controlador interno deve ser preenchido por servidor efetivo, aprovado por meio de concurso público destinado à carreira específica do controle interno.

2016 - Julgamento Singular nº 185/MM/2018 - TCE/MT, no qual o Controle Interno do município de Pedra Preta conseguiu após representação externa, a garantia para que a gestão municipal realizasse melhorias estruturantes na Unidade de Controle Interno (UCI) do município. 

2017 – Lei Municipal nº 9.555/2017, que garantiu a estruturação da carreira de controle interno no Poder Legislativo do município de Rondonópolis. 

2018 - Acórdão nº 209/2018 - TCE/MT, com decisão inédita que garantiu a missão constitucional do controlador interno de Bom Jesus do Araguaia.