REDE DE CONTROLE

Representantes da Audicom-MT participam de evento do Ministério da Justiça que capacita para o combate à corrupção

Créditos Foto: Audicom-MT

Como estratégia nacional de combate à corrupção e à lavagem de dinheiro, o Ministério da Justiça e Segurança Pública promoveu no final de maio uma capacitação em parceria com a Rede de Controle de Gestão Pública no Auditório da Controladoria Geral do Estado (CGE-MT). A Audicom-MT participou com sete auditores e controladores internos de municípios na capacitação e ainda contribuiu no debate em uma palestra com o tema “Necessidade do fortalecimento dos controles internos municipais para o combate à corrupção”, ministrada no dia 22 de maio pelo Controlador Interno do município de Ipiranga do Norte e Diretor Geral da AUDICOM, Jonathan da Silva Telles. 


O evento reuniu cerca de 200 agentes públicos de 25 instituições de Mato Grosso para compartilhar conhecimento e metodologias de controle da corrupção e da lavagem de dinheiro. Segundo o Ministério da Justiça e Segurança Pública, o evento realizado em Mato Grosso segue para outras regiões do Brasil para fortalecer o combate ao crime organizado por meio da Rede de Controle da Gestão Pública.


De acordo com o presidente da Audicom-MT, Angelo Silva de Oliveira - Controlador Interno de Rondonópolis MT, a presença de auditores e controladores internos de sete municípios de Mato Grosso foi possível por meio do ingresso da Associação na Rede de Controle de Gestão Pública do Estado. Além do presidente, a vice-presidente da Audicom-MT, Alina Ferreira Amaral (CI de Santo Afonso), o diretor-geral Jonathan da Silva Telles (CI de Ipiranga do Norte), e os controladores Wanderson Arruda de Oliveira e Helio Santos Souza (Cuiabá), Welton Magnoni Ferreira dos Santos (Nova Xavantina), Paulo Henrique de Deus Gonçalves (Guiratinga) e o Técnico de Controle Aguinaldo Nunes Barbosa (Pedra Preta), se fizeram presentes no evento. 


Para o Presidente Angelo, essa foi uma oportunidade inédita para os auditores dos municípios que tiveram contato com a elite do controle e fiscalização do Brasil e conheceram a importância da integração desses órgãos para o sucesso na estratégia do enfrentamento da corrupção e da lavagem de dinheiro. “Foi uma forma de reforçar ainda mais a nossa percepção para necessidade de unir esforços em prol da defesa do patrimônio público e para o combate à corrupção, seja no âmbito federal, estadual ou municipal. Pois, se não houver união vamos perder a batalha para os corruptos”, destacou o presidente.

 

O palestrante, controlador Jonathan da Silva Telles, de Ipiranga do Norte, destacou que o controle interno municipal é a melhor e maior ferramenta de combate à corrupção nos municípios, porque os controladores estão no centro de onde tudo acontece, onde os recursos são entregues. “Nós estamos de frente com o gestor todos os dias. Somos os primeiros a saber se falta a merenda, se falta o remédio, quando uma obra é paralisada. Estamos no olho do furacão para combater a corrupção”.


Assuntos do evento
A programação envolveu 13 palestras acerca de assuntos importantes para o combate à corrupção envolvendo a rede de controle como sobre o funcionamento do sistema nacional de combate à lavagem de dinheiro, perícia criminal da Polícia Federal nos casos de lavagem de dinheiro, cooperação jurídica internacional e recuperação de ativos como instrumento de combate ao crime, inteligência financeira, combate à corrupção em licitações e contratos públicos, estratégia de enfrentamento à corrupção e à lavagem de dinheiro sob a ótica do Poder Judiciário.


Rede de Controle

Em Mato Grosso, a Rede de Controle de Gestão Pública envolve inúmeros órgãos como a CGU, TCU, MPF, CGE, o TCE, MPE, MPC, TRE, Polícia Federal, entre outros.

Publicado em: 08/06/2019 Autor: Danielly Tonin Fonte: Ascom-Audicom-MT
Notícias relacionadas